18 de nov de 2011

Não existe nada de bom no heavy metal atual? Mentira, e a gente prova pra você!


Essa semana publiquei a capa da nova edição da Metal Hammer inglesa aqui no blog, que traz uma lista de novas bandas interessantes do heavy metal. Fiquei chocado não apenas pela grande maioria das pessoas não conhecerem grande parte dos grupos mas, principalmente, por vários leitores simplesmente duvidarem da qualidade das bandas atuais. 

Heavy metal não é só Iron Maiden, Black Sabbath, Judas Priest e Blind Guardian. Heavy metal é muito mais do que isso, e essa série de posts que começo hoje aqui na Collector´s Room vai provar isso pra você. 

Como eu sei que você tem sugestões de bandas para figurarem nos próximos posts, mande as dicas nos comentários. E, é claro, diga o que achou desses dez primeiros grupos também. 

Portanto, aumente o volume e leia! 

The Devil's Blood

A banda surgiu na cidade holandesa de Eindhoven em 2006, e é formado pelos irmãos Selim (guitarrista e compositor) e Farida Lemouchi (vocal, que atende pelo pseudônimo The Mouth of Satan). O grupo tem dois discos – The Time of No Time Evermore (2009) e The Thousandfold Epicentre (2011). O som une psicodelia e hard rock setentista a letras com temas satânicos. Indicado pra quem adora melodias de guitarra na linha do Thin Lizzy. A banda acabou de ser contrato pela Metal Blade, o que deve dar muito mais visibilidade ao seu trabalho.


Witchcraft 

Esse quarteto sueco formado em 2004 parece saído direto dos anos 70. O som dos caras é um hard/heavy de respeito, de encher de orgulho pioneiros como Black Sabbath, Budgie e Uriah Heep. A banda tem três discos no currículo – Witchcraft (2004), Firewood (2005) e The Alchemist (2007) -, todos muito bons e que irão agradar em cheio quem curte uma sonoridade mais clássica.


Capricorns 

Quarteto londrino formado em 2003 e com dois ótimos discos – Ruder Forms Survive (2005) e River, Bear Your Bones (2008) -, o Capricorns tem um som que pode ser classificado como uma espécie de sludge metal com toques prog. A música do grupo, instrumental, é marcada por ótimos riffs de guitarra e pela intensa variação rítmica, tudo embalada em uma agradável embalagem vintage. O baterista Chris Turner toca também no Orange Goblin.

 

Firebird

Liderado pelo guitarrista e vocalista Bill Steer (Carcass), o Firebird é um power trio interessantíssimo. O poderoso hard rock do grupo se aproxima diversas vezes do blues rock, alcançando um resultado final que não encontra definição melhor que o direto termo “sonzeira”! A banda já tem seus discos lançados, todos recomendados sem medo por esse que vos escreve.


Black Tusk

Outro power trio, só que dessa vez norte-americano. O Black Tusk já gravou quatro álbuns, sendo os três últimos lançados pela renomada Earache Records. O som é um sludge bem na cara, pesado, com vocais urrados e muito groove, o que faz com a banda seja comparada aos primeiros anos do Mastodon.


Skeletonwitch

Banda surgida em Athens, Estados Unidos, em 2003. O quinteto faz um black/thrash muito potente, e já tem quatro discos na carreira – At One with the Shadows (2004), Beyond the Permafrost (2007), Breathing the Fire (2009) e Forever Abomination (2011). Recomendado para quem gosta de peso e melodia!


Black Sun Aeon

Banda finlandesa de death metal formada em 2008 e com três álbuns já lançados. O que difere o grupo é grande influência de Opeth e doom metal, que faz com que a sua música seja bastante emocional e um tanto perturbadora.


Hammers of Misfortune

Prog metal norte-americano com cinco trabalhos na bagagem. O Hammers of Misfortune lembra, em algumas passagens, o System of a Down, principalmente pelo timbre do vocalista John Cobertt. O melhor álbum dos caras é o terceiro, The Locust Years, lançado em 2006.


Orange Goblin

Já um tanto veterana, essa banda surgiu em Londres em 1995. O grupo já gravou seis discos, e em 2012 sairá o seu novo trabalho, intitulado A Eulogy for the Damned. Coisa fina pra quem curte stoner, com grandes riffs, peso e performance de primeira.


Electric Wizard

Outra banda inglesa, também já um pouco antiga, o Electric Wizard tem sete álbuns no mercado e faz um stoner doom de primeira. Som sujão, pesado, arrastado e perturbador.

24 comentários:

Fábio RT disse...

la vai a primeira dica
pra quem gosta de um Stoner bem psicodélico
Samsara Blues Experiment
Abraços

Serena disse...

Ricardo, você que gosta de jazz e black metal já ouviu o álbum The Painter's Palette da banda Ephel Duath, se não ouviu recomendo uma olhada nesse disco específico. E outra coisa, vendo o tópico dos remix do In Flames, a birra quando constou uma cover do Prodigy no novo do Sepultura, e várias outras coisas, uma pergunta, por que tanta má vontade com a música eletrônica se até do cover do Glee você gostou? rs

Ricardo Seelig disse...

Fábio, obrigado pela dica.

E Serena, não tenho nada contra música eletrônica. Acho Prodigy muito bom, aliás. A questão é que, na minha opinião, os remixes do In Flames ficaram muito ruins.

Serena disse...

Pelo pouco que deu para ouvir não dá nem para ter uma opinião ainda e você já descascou. Vou esperar o disco completo para ver.

O último do Morbid Angel mesmo, eu achei demais. Na MHO me parece que você tenta não ter preconceito com a música eletrônica, mas no fundo no fundo ainda não consegue, semelhante ao que você descreveu que aconteceu com relação ao seu início com o jazz.

E se não conhece o Ephel Duath ouve isso aqui http://www.youtube.com/watch?v=lnZfKOC41Tw

Por essa faixa já dá para saber perfeitamente se para você vale ou não a curiosidade de procurar mais.

Ricardo Seelig disse...

Serena, você me conhece para saber o que eu ouço? Não, né? Então não julgue a minha opinião sobre um som sem saber praticamente nada sobre mim.

Obrigado.

Serena disse...

Cara sem estresse, não lhe conheço, e já nem quero, mas o leio muito desde que a collectors era uma coluninha do whiplash, não estou lhe julgando, estou dando minha humilde opinião sobre o que me parece, como é comum aqui no blog, dar uma opinião, não apresentando fatos. E por ler tanto e concordar muitas vezes e discordar tantas outras é que achei que poderia emitir minha opinião sobre o que me parece sobre você gostar ou não de música eletrônica, mas se você gosta ou não de eletrônica, forró, pagan metal ou o escambau não me interessa, não me afeta, só estava tentando uma conversa amena e civilizada, como não foi possível encero aqui.

E sou eu quem agradece. Valeu.

Everton disse...

gostei da informação (por enquanto, apenas da informação, pois ainda não parei pra escutar os sons postados aqui, farei com mais calma daqui a pouco...)

só não concordo com a menção de Firebird, Orange Goblin e Electric Wizard, justamente por se tratarem de bandas já veteranas e com um reconhecimento razoável...

aproveito o espaço pra recomendar algumas bandas novas que conheci recentemente, o Naam, de NY (http://www.youtube.com/watch?v=xzu_dx0oYis), a sueca Arkham Witch (http://www.youtube.com/watch?v=eWm63MiWkLU) e a italiana Black Oath (http://www.youtube.com/watch?v=kBOWnvE7Aso)

abçs!!!

Leonardo disse...

tinha até esquecido de como o Firebird era bom!

Leonardo disse...

Fica a dica para uma parte 2...dá até pra abrir mais as bandas e colocar vertentes menos tradicionais.

Gabriel N.F disse...

No próximo você poderia colocar o Rival Sons, descobri a banda aqui, e não consigo parar de ouvir

Ricardo Seelig disse...

Everton, Firebird, Orange Goblin e Electric Wizard foram incluídos porque tenho certeza de que muita gente acomodada nunca ouviu essas bandas. Se duvidar, muitos nunca escutaram até mesmo o Ghost, que está estourado no cenário.

Obrigado a todos pelos comentários e dicas.

Jexxx disse...

Só banda bacana na lista, não conhecia o Capricorns e o Black Sun Aeon, bem legal o som. Bandas que eu recomendo também: Yob (trio doom americano), Dark Castle (um duo de doom/sludge), Animals as Leaders (djent instrumental), Ghost Brigade (death metal prog.), Landmine Marathon (apesar da cara de "fofa" da vocalista, um puta thrash/death legal), The Atlas Moth (sludge prog), Wolvhammer (black metal/sludge). E concordo com o comentário acima, Samsara Blues Experiment é muito bom!

Abraços!

Lucas disse...

Witchcraft e Firebird são excelentes!

Uma banda inovadora é o Orphaned Land, os ultimos discos, The Never Ending Way Of warriOR e Mabool são fantásticos. Eles até possuem certo reconhecimento já (diferente de outas bandas que estão citando), mas eu acho que esses israelenses merecem entrar nessa lista!


Outra que estou ouvindo ultimamente é The Quill, banda de stoner, bem legal também.

Parabéns pelo blog! descobri esses dias, e achei fantástico.

Castillo disse...

Talvez demore para aparecer uma nova banda "gigante", icônica, mas isso não desmerece o sem número de ótimas bandas que temos por aí. Além do citado The Devil's Blood, também gosto muito de Enforcer (heavy/speed da Suécia), Jex Thoth (que melodias e que vocais belíssimos...), Blood Ceremony (e sua flauta hipnótica), Devil (Noruega), Triptykon, Ghost e por aí vai. Quem procura, acha. \m/

Rex Niskke disse...

de bandas de heavy metal mais novas,tem duas que lançaram dois debuts espetaculares ano passado,o Steel Horse,da espanha,com seu maravilhoso Wild Power, e os suecos do Gallows End,com o espetacular Nemesis Divine,pra quem reclama que nao existe nda novo que tenha a qualidade e o som tipico de um maiden e/ou um judas da vida,essas sem duvidas vao fazer o ouvinte mudar de idéia na hora,e ja que vc postou o firebird que é mto mais hard do que heavy em si,vc podia colocar o crashdiet tbm nas poximas ediçoes né?!?! ja que eles só vem lançandos discos excelentes,e sao uma banda bem recente (se compararmos a algumas que vc postou nessa primeira parte),eus ei que o som deles é mais "açucarado",mas isso nao tira a qualdiade da banda,mas voltando mais ao metal,eu gosto bastante do bullet for my valentine,que mta gente tem preconceito por causa da imagem e de alguams tematicas da banda (principalmente no primero disco),mas ainda assim é umas das poucas (praticamente unica) banda de metelcore que me agrada (principalmente o scream aim fire,de 2008) o kissin' dynamite da alemanha tbm faz um heavy bem retro,mas apesar de ser bom nao acho que chegue perto das duas primeiras bandas que citei,e tem tbm o murderdolls,que apesar de ter fortes elementos de sleaze e horror punk (e tbm alguns poucos de nu-metal no debut na minha opiniao),ainda assim eu concidero eles uma banda de metal,mas sem sub-genros especificos, e tbm tem o dream evil,que tbm ja nao é tao novo e desconhecido assim,e apesar de ter desejado um pouco a desejar no ultimo lançamento,na minha opiniao,ainda é uma ótima banda

Leonardo disse...

Pra quem curte o Orphaned Land tem tb o Myrath, progmetal de primeira e com bastante coisa oriental.

Fábio RT disse...

Isto aqui devia ser uma sessão constante da collectors..tipo: dê dicas de novas bandas .... fica ai uma idéia....

Douglas disse...

Alabama Thunderpussy e Nashville Pussy são muito boas em se tratando de "Pussy" Stoner.

Death Metal,Nile é demais.

Thrash Metal: Evile

Hard Rock: Crashdiet

Realmente muita gente têm preguiça,mostrei Therion e Dimmu Borgir pro pessoal ao qual trabalho e piraram...

Leonardo disse...

KYNG é bem legal tb: http://www.youtube.com/watch?v=VkxXZKKBflE

Rodrigo Simas disse...

Protest The Hero!

cesar disse...

Tem uma banda brazuca chamada Blazing Dog que faz um Heavy Metal de primeirissima. Procurem e ouçam não se arrependerão. Valeu.

Mais Saber na Web disse...

Firebird é muito fera! Conheci aqui há mais de um ano, bom demais!

Leonardo Guimarães disse...

Muita banda "mais do mesmo" aí na lista. Não questionando a qualidade das mesmas, porém, ouvir o que já foi feito no passado, as vezes não soa tão legal para os ouvintes. Essas bandas como Graveyard, Witchcraft e outras do tipo não me chamam tanto a atenção. Acho repetitivo demais e acabo enjoando. Eu particularmente prefiro ouvir coisas "novas" mesmo. O Mastodon, por exemplo... Acho uma das bandas mais criativas dos últimos anos, se não da história. É legal descobrir bandas assim. Mas nessa linha do hard rock 70/doom metal tradicional que está em evidência nos últimos anos, acho válido citar o Royal Thunder. Banda excelente, e acredito que é a melhor do gênero, na minha opinião.

Leonardo Guimarães disse...

Muita banda "mais do mesmo" aí na lista. Não questionando a qualidade das mesmas, porém, ouvir o que já foi feito no passado, as vezes não soa tão legal para os ouvintes. Essas bandas como Graveyard, Witchcraft e outras do tipo não me chamam tanto a atenção. Acho repetitivo demais e acabo enjoando. Eu particularmente prefiro ouvir coisas "novas" mesmo. O Mastodon, por exemplo... Acho uma das bandas mais criativas dos últimos anos, se não da história. É legal descobrir bandas assim. Mas nessa linha do hard rock 70/doom metal tradicional que está em evidência nos últimos anos, acho válido citar o Royal Thunder. Banda excelente, e acredito que é a melhor do gênero, na minha opinião.

ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE