28 de set de 2012

Turnê brasileira de Lady Gaga terá mais um show, em Porto Alegre

sexta-feira, setembro 28, 2012
A primeira turnê brasileira do maior nome do pop atual, a norte-americana Lady Gaga, terá mais um show. A cantora tocará também em Porto Alegre. A apresentação na capital gaúcha acontecerá no dia 13/11, no estacionamento da FIERGS.

Os preços dos ingressos de todos os shows são os mesmos, variando de R$ 190 a R$ 750 (com meia entrada). Os ingressos começam a ser vendidos nos dias 5 e 6 de outubro para os clientes do Cartão OuroCard do Banco do Brasil. Para o público em geral, as vendas iniciam dia 08/10 exclusivamente pelo site da Tickets for Fun

Nos 70 anos de Tim Maia, algumas de suas melhores frases

sexta-feira, setembro 28, 2012
Sebastião Rodrigues Maia completaria 70 anos hoje. Como Tim Maia, ele foi um dos maiores músicos que o Brasil conheceu. Sua mistura de soul com samba e funk mudou os rumos da música brasileira, criando uma sonoridade originalíssima e que influenciou gerações.

Tim também era um grande frasista, com tiradas perspicazes e repletas de ironia. Para marcar esta data, separei algumas das melhores frases do saudoso síndico.

"Este país não pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme e traficante se vicia"

"Dizem que maconha vicia. Eu acho que é mentira. Tem um amigo meu que fuma há 25 anos e até hoje não é viciado"

"Que beleza, Tim Maia pelo preço de uma grama" (referindo-se ao preço do ingresso para um show seu)

"Não saio com mulheres famosas pois não pago acima da tabela"

"Se não fosse obrigado, não andaria de jeito nenhum de avião. Antigamente eu tomava uns goles para enfrentar. Teve vôo em que, se deixassem, eu até pilotava o avião"

"Eu poderia ser ministro da Cultura e não esses que andam por aí. Sou um músico que conhece a realidade. Já comi churrasquinho de gato, tomando ácido com ki-suco"

"Eu não fumo, não bebo e não cheiro. Meu único defeito é que eu minto um pouco"

"Quando me sinto solitário, contrato prostitutas para passar a noite e nem toco nelas"

"Com duas garrafas de uísque canto até de manhã"

"Maconha não chega a ser nem um entorpecente, é um estupeficante"

"Tudo é tudo e nada é nada"

"O Brasil é uma terra de mestiço pirado querendo ser puro-sangue"

"Passou de branco, preto é. Não existe este negócio de mulato. Mulato pra mim é cor de mula".

“Comecei uma dieta, cortei a bebida e as comidas pesadas. Em 14 dias, perdi duas semanas”

“É só começar a fazer songbook que o cara morre. Esse negócio de biografia também é um pé na cova”

“O problema do gordo é só um: quando ele penetra, não beija, e quando beija, não penetra”

“Aprendi a voar nos ares da solidão, porque meu chão não me quis”

“Fazer poesia é como fazer sexo”

“Não sou nem menos, nem mais homem. Sou um homem melhor!”

“O esquecimento é saudável”

“Só vivemos quando amamos. Aquele que não ama, já está morto”

“Sou melhor do que você pensa, e pior do que você consegue imaginar”

“Todos somos obscuros. A diferença é que poucos de nós assumimos”

“Eu tô fazendo esse show aqui pra Brahma, mas eu gosto mesmo é de Antartica”

“O segredo do meu sucesso é o equilíbrio. Metade das minhas músicas são esquenta-sovaco, e a outra metade é mela-cueca”

“Ganhar pra foder com o Tim Maia é fácil, quero ver é dar pro Sebastião”

“Eu quero parabenizar o presidente Collor, que está fazendo a campanha ‘Diga Não às Drogas’. Eu acho que é isso mesmo, deixa pra quem gosta, porque já está escasso nas bocas!”
“Tudo que sei sobre tóxicos aprendi nos livros”
“Com os acordes que tem em uma música do Tom Jobim dá para fazer umas cinqüenta”
“Agradeço à minha mãe, Maria Imaculada, meus sobrinhos, os padres capuchinhos e os trombadinhas da praça da Bandeira. Apesar de ter feito um comercial para a Mitsubishi, a Sharp mora no meu coração”, ao receber o prêmio Sharp de 1991.

"Eu já sofri bastante por causa do amor, inclusive eu já sofri em dias maravilhosos como este dia de hoje aqui. Mas sofri tanto, mas tanto, que não dava nem pra perceber esse dia", em entrevista histórica, gravada em um carro que passeava pela orla do Rio.

"O que nós temos de melhor no Brasil é a música, o futebol, o jogo do bicho e a batata doce, temos que exportar isso. E o Maguila, que vai matar o Mike Tyson. De susto, mas vai matar"

“O mundo só será bom no dia que todo o dinheiro acabar, mas que não me falte nenhum enquanto isso não acontece”

“Somos agraciados pela nossa capacidade de transformar nossos defeitos em nossas mais belas qualidades. Só basta usarmos a sabedoria”

“Evite acidentes, faça tudo de propósito”

“A vida é o maior mistério e minha mente o maior mistério da vida”

"Hoje sou latino, mas em Nova York eu era preto mesmo"


"Roberto Carlos não é geniozinho. Ele é inteligente, batalhados e canta mais ou menos"


"Dos artistas do Rio, metade é preto que acha que é intelectual, e metade é intelectual que acha que é preto"


"No meu disco de bossa nova gravei 'Garota de Ipanema' em inglês, sim. Em português, até o Dom Hélder Câmara já gravou. Só falta mesmo o delegado Romeu Tuma fazer uma versão também"


"Quando soube que o Prince pediu 180 toalhas no camarim pra tocar no Rock in Rio, passei a pedir 18 toalhas por show. Ou seja, pedi 10% do Prince pra ver se fico mais valorizado"


Nova edição da Rolling Stone alemã dá destaque para o mercado de LPs

sexta-feira, setembro 28, 2012
A nova edição da Rolling Stone alemã traz como destaque de capa uma matéria especial sobre o cada vez mais crescente mercado de LPs na Europa. A revista fala sobre a Semana do Vinil, que acontece no país, e vai às compras caçando bolachões com Jack White, além de mostrar a coleção de LPs da dupla Dan Auerbach e Patrick Carney, do Black Keys.

A revista tem também uma entrevista com Bob Dylan, o retorno do The Killers, Kiss, John Cale e uma matéria especial sobre a cultuada série Girls.

Para comprar, clique aqui.

Enslaved na capa da nova Metal Hammer norueguesa

sexta-feira, setembro 28, 2012
A edição norueguesa da Metal Hammer tem sempre capas muito bem feitas. A nova edição não foge à regra, com uma bela foto do Enslaved, que está lançando o seu novo disco, RIITIIR.

Down, Rival Sons, In This Moment, Kvelertak e The Gathering também estão nas páginas da nova edição da revista.

Para comprar, acesse o site oficial.

Kiss na capa da nova RockHard

sexta-feira, setembro 28, 2012
A tradicional revista alemã RockHard colocou o Kiss na capa da sua nova edição. A banda do baixista Gene Simmons fala sobre o seu vigésimo álbum de estúdio, Monster, com data de lançamento marcada para o próximo dia 9 de outubro.

O número 305 da RockHard tem também matérias com Rival Sons, Witchcraft, Grave, Down, Enslaved e outros, além de, como sempre, trazer um CD de brinde para os leitores.

Para comprar, acesse o site oficial da revista.


27 de set de 2012

Confirmado: Kiss fará três shows no Brasil em novembro

quinta-feira, setembro 27, 2012
O site oficial do Kiss acaba de confirmar que a banda fará três shows no Brasil no mês de novembro, promovendo o seu novo disco, Monster, cujo lançamento está marcado para 9 de outubro. O quarteto virá sozinho, sem o Mötley Crüe, como chegou a ser anunciado anteriormente.

Confira as datas e locais das apresentações:

14/11 - Porto Alegre - Estádio do Zequinha
17/11 - São Paulo - Anhembi
18/11 - Rio de Janeiro - HSBC Arena

As vendas de ingressos para as apresentações brasileiras começam no dia 29 de setembro, às 00:01, para o show de São Paulo, e no dia 1 de outubro, às 10:00, para o show do Rio de Janeiro, através do site www.livepass.com.br 

As vendas para o show de Porto Alegre terão início no dia 30 de setembro, às 00:01, no www.ingressorapido.com.br 


Leitores da Rolling Stone escolhem as 10 melhores músicas do Green Day

quinta-feira, setembro 27, 2012
Aproveitando o lançamento do novo disco do Green Day, Uno!, a Rolling Stone publicou uma enquete em seu site perguntando aos leitores qual seria a melhor música da carreira do Green Day.


Confira abaixo o top 10 do Green Day na opinião dos leitores da Rolling Stone - e devo dizer que concordo com a primeira posição:

  1. Jesus of Suburbia
  2. Good Riddance (Time of Your Life)
  3. Basket Case
  4. Longview
  5. When I Come Around
  6. American Idiot
  7. She
  8. Boulevard of Broken Dreams
  9. Brain Stew / Jaded
  10. Welcome to Paradise

26 de set de 2012

Witchcraft: crítica de Legend (2012)

quarta-feira, setembro 26, 2012
Cinco anos separam Legend, novo álbum da banda sueca Witchcraft, do disco anterior do grupo, The Alchemist (2007). Nesse tempo, muitas coisas aconteceram com os caras. Magnus Pelander decidiu largar a guitarra e se concentrar apenas nos vocais. Isso fez o Witchcraft deixar de ser um quarteto. Simon Solomon e Tom Jondelius assumiram as guitarras, enquanto Ola Henriksoon seguiu no baixo e Oscar Johansoon sentou no banco da bateria no lugar de Fredrik Jansson. Resumindo: apenas dois músicos são os mesmos de cinco anos atrás. 

Todas essas mudanças fizeram bem à banda. Concentrando-se apenas nos vocais, Pelander está cantando como nunca. A nova dupla de guitarristas também entrega algumas das melhores performances já registradas em um disco do agora quinteto. 

Quem já ouviu o som do Witchcraft sabe que o grupo sempre foi muito influenciado pelo Black Sabbath em particular, e pelo hard setentista de uma forma mais ampla. Legend, estreia dos caras na Nuclear Blast, segue esse caminho, porém com uma sonoridade mais limpa que os três álbuns anteriores. Riffs de guitarra são constantes, transbordando pelos sulcos. O timbre é pesado, o que contrasta com a voz limpa de Magnus Pelander, criando uma dicotomia que é um dos principais atrativos do trabalho.

Apesar da inegável influência citada no parágrafo anterior, a música do Witchcraft tem uma clara personalidade própria. Há ecos de nomes como Pentagram, Thin Lizzy e Led Zeppelin em Legend, retrabalhados com o DNA próprio do Witchcraft. E o resultado dessa mistura é um álbum com um claro sabor setentista, mas ao mesmo tempo com uma sonoridade bastante atual, por mais contrastante que isso possa parecer em um primeiro momento. 

Como já disse, as composições são todas construídas a partir de riffs de guitarra, característica que, somada à criatividade da banda, torna o disco empolgante. À medida que as faixas se sucedem, o volume vai ficando mais alto e, quando você percebe, está empunhando a sua air guitar e tocando a pleno vapor! Enfileirando excelentes ideias, o Witchcraft recompensa a longa espera desde The Alchemist com um álbum coeso e forte, que pode ser considerado o melhor trabalho de sua carreira.

Legend é um disco recompensador e viciante, daqueles que, ao serem colocados no aparelho de som, demoram meses para sair de lá. Presença certa no top 10 de 2012!

Nota: 9


Faixas:
  1. Deconstruction
  2. Flag of Fate
  3. It’s Not Because of You
  4. An Alternative to Freedom
  5. Ghosts House
  6. White Light Suicide
  7. Democracy
  8. Dystopia
  9. Dead End

Compilação reúne versões originais de músicas regravadas pelos Ramones

quarta-feira, setembro 26, 2012
Boas novas para quem curte um mergulho arqueológico na música pop. A gravadora Ace Records acaba de lançar a coletânea The Ramones Heard Them Here First, reunindo as versões originais de 24 faixas regravadas pela lendária banda punk nova-iorquina.

O disco contém as gravações originais de canções como “Surfin’ Bird”, “Do You Wanna Dance”, “Needles and Pins” e inúmeras outras, gravadas pelos Ramones durante toda a sua carreira. O primeiro contato de muitas pessoas com essas composições acabou se dando através das releituras do grupo, o que só atesta a importância da banda na música pop.

The Ramones Heard Them Here First já está disponível para venda nos melhores sites e lojas. O tracklist, com os nomes dos intérpretes e a data da gravação original, é o seguinte:

  1. Let’s Dance – Chris Montez (Monogram 505, 1962)
  2. California Sun – The Rivieras (Riviera 1401, 1963)
  3. Surfin’ Bird – The Trashmen (Garrett 4002, 1963)
  4. Do You Wanna Dance – The Beach Boys (Capitol 5372, 1965)
  5. Needles and Pins – The Searchers (Pye 7N 15594, 1964)
  6. Come On, Let’s Go – Ritchie Valens (Del-Fi 4106, 1958)
  7. Baby, I Love You – The Ronettes (Philles 118, 1963)
  8. I Got You, Babe – Sonny and Cher (Atco 6359, 1965)
  9. Little Bit o’ Soul – The Music Explosion (Laurie 3380, 1967)
  10. Time Has Come Today – The Chambers Brothers (Columbia 44414, 1967)
  11. Indian Giver – 1910 Fruitgum Co. (Buddha 91, 1969)
  12. Surf City – Jan and Dean (Liberty 55580, 1963)
  13. I Can’t Control Myself – The Troggs (Page One POF 001, 1966)
  14. My Back Pages – The Byrds (Columbia 44054, 1967)
  15. Surfin’ Safari – The Beach Boys (Capitol 4777, 1962)
  16. Can’t Seem to Make You Mine – The Seeds (GNP Crescendo 354, 1965)
  17. Shape of Things to Come – Max Frost & the Troopers (Tower 419, 1968)
  18. Journey to the Center of the Mind – The Amboy Dukes (Mainstream 684, 1968)
  19. Somebody to Love – Jefferson Airplane (RCA 9140, 1967)
  20. 7 and 7 Is – Love (Elektra 45605, 1966)
  21. I Don’t Wanna Grow Up – Tom Waits (Island 512580, 1992)
  22. R.A.M.O.N.E.S. – Motorhead (Epic 467481-0, 1991)
  23. 1969 – The Stooges (Elektra 45664, 1969)
  24. What a Wonderful World – Louis Armstrong (ABC 10982, 1967)

Coldplay anuncia novo DVD e CD ao vivo

quarta-feira, setembro 26, 2012
Nove anos após lançar o seu primeiro e único registro ao vivo, o Coldplay anunciou para 20 de novembro a chegada de Live 2012. Trata-se de um show e um documentário dirigido por Paul Dugdale, o mesmo cara por trás de platinado Live at the Royal Albert Hall, de Adele, e Worlds on Fire, do Prodigy.

O vídeo eterniza a turnê do álbum Mylo Xyloto (2011), cujos shows contavam com uma produção grandiosa e uma iluminação inovadora, que gerou imagens belíssimas, ressaltadas pela participação quase religiosa do público, como foi possível comprovar no Rock in Rio 2011. As cenas foram gravadas durante apresentações do Coldplay em Paris e Montreal, além do show do grupo na edição de 2011 do Festival de Glastonbury, na Inglaterra.

Live 2012 será lançado em dois formatos físicos - CD + DVD e CD + Blu-ray -, além da versão digital. 

Abaixo você confere o tracklist completo, e também o trailer, do novo ao vivo do Coldplay:

CD
  1. Mylo Xyloto
  2. Hurts Like Heaven
  3. In My Place
  4. Major Minus
  5. Yellow
  6. God Put a Smile Upon Your Face
  7. Princess of Chima
  8. Up in Flames
  9. Viva La Vida
  10. Charlie Brown
  11. Paradise
  12. Us Against the World
  13. Clocks
  14. Fix You
  15. Every Teardrop is a Waterfall

CD
  1. Mylo Xyloto
  2. Hurts Like Heaven
  3. In My Place
  4. Major Minus
  5. Yellow
  6. Violet Hill
  7. God Put a Smile Upon Your Face
  8. Princess of Chima
  9. Up in Flames
  10. Viva La Vida
  11. Charlie Brown
  12. Paradise
  13. Us Against the World
  14. Clocks
  15. Fix You
  16. Every Teardrop is a Waterfall

Guitar World lança livro sobre a história do Van Halen

quarta-feira, setembro 26, 2012
A revista Guitar World anunciou o lançamento de um livro sobre a banda norte-americana Van Halen. Intitulado 40 Years of the Great American Rock Band, a obra, como o título sugere, abrange toda a trajetória da banda dos irmãos Alex e Eddie Van Halen, e promete entregar tudo o que sempre quisemos saber sobre Alex, Eddie, David Lee Roth, Michael Anthony e Sammy Hagar.

O livro conta com entrevistas e histórias sobre o grupo, começando com os primeiros dias em Pasadena, Califórnia, em 1974, e indo até o retorno triunfal do quarteto com o celebrado A Different Kind of Truth, lançado em 2012.

O conteúdo da obra inclui tópicos como:

  • as 50 maiores canções da banda, de “Runnin’ with the Devil” a “Tattoo”, e comentários sobre todas as músicas gravadas pelo Van Halen, escritos pela equipe da Guitar World

  • a história completa da banda, dos primeiros passos até a fama mundial

  • o making of de todos os doze discos gravados pelo grupo, da estreia com Van Halen (1978) até A Different Kind of Truth (2012)

  • entrevistas com Eddie Van Halen, onde o guitarrista detalha as suas técnicas e como gravou várias canções do catálogo da banda

  • transcrição da lendária mesa redonda de Eddie com seu maior ídolo, o falecido pioneiro da guitarra elétrica Les Paul

  • um capítulo especial dedicado a Wolfgang Van Halen, onde o filho adolescente de Eddie conta, em suas próprias palavras, a experiência de substituir Michael Anthony e tocar com o pai

O livro já está à venda em sites gringos. Bem que alguma editora poderia se interessar e lançar a obra por aqui. Alguém?

Ouça “Change the Tide”, a nova música do SoulSpell

quarta-feira, setembro 26, 2012
Não tenho mais saco para o power metal - ou metal melódico, você decide como quer chamar o gênero. Acho que o estilo está parado no tempo, estagnado e com raras bandas que o tiram do lugar comum. 

Entretanto, uma dessas exceções é justamente a banda brasileira SoulSpell, liderada pelo baterista Heleno Vale. Partindo do modelo de metal opera popularizado pelo Avantasia de Tobias Sammet - ou seja, a quantidade de convidados especiais é sempre grandiosa e as músicas giram em torno de um mesmo tema -, o grupo alcançou ótimos resultados com os seus dois primeiros discos, A Legacy of Honor (2008) e The Labyrinth of Truths (2010).

O terceiro trabalho dos caras, Hollows Gathering, tem data de lançamento marcada para 12/10 na Europa, e desembarcará no Brasil em 19 de outubro através da Hellion Records.

Você pode ouvir o novo som do grupo, “Change the Tide”, que conta com os vocais de Mike Vescera e Daisa Munhoz, abaixo. E, a julgar por este primeiro single, vem aí mais um grande álbum:

25 de set de 2012

“Walk Like a Giant”, o novo clipe de Neil Young

terça-feira, setembro 25, 2012
O incrível Neil Young, acompanhado pela não menos sensacional Crazy Horse, está de clipe novo. A faixa “Walk Like a Giant”, presente no novo disco do mago canadense, o triplo Psychedelic Pill, recebeu um vídeo que mostra imagens antigas de Albert Einstein, a bomba atômica e outros gigantes que fizeram história.

A versão original tem 16 minutos, mas o clipe é para a versão editada, com pouco mais de 4. 

Delicie-se abaixo:

NME comemora 60 anos com 8 capas diferentes

terça-feira, setembro 25, 2012
Não tenho postado mais as capas da NME aqui no blog, mas a dessa semana vale a pena. Comemorando os seus 60 anos, o tradicionalíssimo semanário inglês chegou às bancas britânicas hoje, terça-feira 25/09, com 8 capas diferentes. 

As imagens mostram artistas que figuraram várias vezes na capa da revista, com uma edição antiga onde estão na capa. Ideia simples e legal pra caramba.

Confira a brincadeira abaixo:


Banda pré-ZZ Top de Billy Gibbons tem material raro lançado

terça-feira, setembro 25, 2012
Antes de formar o ZZ Top na cidade de Houston, Texas, em 1970, o guitarrista e vocalista Billy Gibbons possuía uma banda chamada The Moving Sidewalks. Além de Gibbons, o grupo tinha em sua formação Tom Moore no teclado, Don Summers no baixo e Dan Mitchell na bateria.

O Moving Sidewalks durou apenas três anos, de 1966 a 1969, e fazia um blues psicodélico que alcançou projeção na região natal da banda. O quarteto abriu alguns shows do 13th Floor Elevators e assinou com a gravadora Tantara, selo pelo qual saiu o único disco do grupo, Flash, de 1968. O single “99th Floor”, que não está presente no LP, liderou as paradas de Houston por seis semanas. “Need Me”, compacto lançado já por uma nova gravadora, a Wand Records, de Nova York, foi outro sucesso dos caras. 


A ótima repercussão levou a banda a abrir alguns shows do The Doors e de Jimi Hendrix Experience, mas logo depois Ton Moore e Don Summers resolveram deixar o grupo, decretando o seu fim. Gibbons e Mitchell chamaram então Lanier Greig para o baixo, fazendo surgir a primeira encarnação do ZZ Top.


The Moving Sidewalks: The Complete Collection está sendo lançado em CD e LP duplos, e reúne todas as faixas de Flash em um disco, mais canções inéditas e takes alternativos no outro. A versão em CD vem em uma embalagem paper sleeve, popularmente conhecida como mini LPs. Tanto a edição em CD quando a em LP vem acompanhadas por um longo encarte de 56 páginas com a história do grupo.

Ouça abaixo os dois principais singles do Moving Sidewalks:

The Jam na capa da nova Mojo

terça-feira, setembro 25, 2012
O trio britânico The Jam estampa a capa da nova edição da Mojo. Paul Weller, Bruce Foxton e Rick Buckler falam sobre tudo que cercou o último disco da banda, The Gift, lançado em 1982.

A nova Uncut traz também uma entrevista com Jeff Lynne e matérias com ZZ Top, Cat Power, Van Morrison e outros, mais um CD com duas faixas raras do Jam e sons de artistas como Yardbirds, Curtis Mayfield e Lee Dorsey.

Você pode comprar a Mojo em bancas das grandes cidades brasileiras e em redes de livrarias como a Cultura e a Saraiva, ou direto pelo site da revista.

The Byrds na capa da nova Uncut

terça-feira, setembro 25, 2012
A nova edição da revista inglesa Uncut tem a banda norte-americana The Byrds em sua capa. A matéria traz uma entrevista exclusiva com Roger McGuinn, David Crosby e Chris Hillman, onde o trio fala sobre a carreira da banda e a história do disco que causou a separação do grupo, o espetacular The Notorious Byrd Brothers (1968).

A nova Uncut tem também matérias com Siouxie & The Banshees, LCD Soundsystem, Don McLean, Steve Miller e outros, mais a opinião da revista sobre o novo disco de Neil Young ao lado da Crazy Horse, o triplo Psychedelic Pill.

A revista, como sempre, vem com um CD de brinde, e nesta edição o disquinho traz 16 faixas de bandas que se inspiraram na obra dos Byrds, canções pinçadas do catálogo de artistas como Flamin’ Groovies, Nada Surf, The Coral e outros.

A Uncut pode ser encontrada nas bancas das grandes cidades brasileiras e em redes de livrarias como a Cultura e a Saraiva. E você pode comprar a nova edição no próprio site dos caras.

Gibson elege os 10 maiores guitarristas do heavy metal

terça-feira, setembro 25, 2012
A tradicional fabricante de guitarras Gibson publicou uma lista em seu site onde elegeu os 10 maiores guitarristas de heavy metal de todos os tempos, na opinião da empresa - clique aqui para ler a matéria completa em inglês, com comentários sobre cada um dos músicos.

Com exceção da primeira colocação para Tony Iommi, do Black Sabbath, todas as demais posições certamente serão motivo de discussão - onde estão Glenn Tipton e K.K. Downing, do Judas Priest, por exemplo? Aliás, para quem não sabe, Adam Jones é o guitarrista do Tool.

Confira abaixo:

  1. Tony Iommi
  2. Kirk Hammett e James Hetfield
  3. Randy Rhoads
  4. John Petrucci
  5. Dimebag Darrell
  6. Eddie Van Halen
  7. Zakk Wylde
  8. Adam Jones
  9. Dave Murray e Adrian Smith
  10. George Lynch

24 de set de 2012

Enquete da semana: o melhor disco de hard rock de 1985

segunda-feira, setembro 24, 2012
Em um caso exemplar da força que o nome de uma grande banda tem, o mediano Fly on the Wall, do AC/DC, levou o posto de melhor disco de hard rock lançado em 1985 na opinião dos nossos leitores, deixando para trás trabalhos, ao meu ver, muito melhores como Afterburner, do ZZ Top, Theatre of Pain, do Mötley Crüe, e Invasion Your Privacy, do Ratt.

Aos desavisados que tem dificuldade em entender a diferença entre hard e heavy metal, aqui está o link referente ao melhor disco de metal lançado naquele ano.

Confira abaixo o resultado final:

AC/DC - Fly on the Wall - 30%
ZZ Top - Afterburner - 26%
Mötley Crüe - Theatre of Pain - 23%
Ratt - Invasion Your Privacy - 18%
Twisted Sister - Come Out and Play - 18%
Bon Jovi - 7800 Fahrenheit - 14%
Kiss - Asylum - 14%
Dokken - Under Lock and Key - 13%
Gary Moore - Run for Cover - 13%
Aerosmith - Done With Mirrors - 12%
Stryper - Soldiers Under Command - 9%
Alcatrazz - Disturbing the Peace - 8%
Van Zant - Van Zant - 4%
Magnum - On a Storyteller’s Night - 1%
White Lion - Fight to Survive - 1%

Robert Plant fará show extra em São Paulo

segunda-feira, setembro 24, 2012
A venda de ingressos para a turnê brasileira de Robert Plant, que rola no final de outubro, está sendo um sucesso. Devido à procura gigantesca, a produtora XYZ Live, que está trazendo o vocalista, anunciou uma data extra na excursão.

Plant se apresentará também dia 23/10, em São Paulo, também no Espaço das Américas, data do show que já havia sido marcado na capital paulista um dia antes, em 22/10. As demais datas são 18/10 (Rio de Janeiro, HSBC Arena), Belo Horizonte (20/10, Expo Minas), Brasília (25/10, Ginásio Nilson Nelson), Curitiba (27/10, Teatro Guaíra) e Porto Alegre (29/10, Gigantinho).

Os ingressos para o show do dia 23/10 começarão a ser vendidos dia 27/09, às 00:01, pelo site www.livepass.com.br

Mikael Akerfeldt na capa da nova edição da Prog

segunda-feira, setembro 24, 2012
Mikael Akerfeldt, líder do Opeth e parceiro de Steven Wilson (Porcupine Tree) no Storm Corrosion, está na capa da nova edição da revista inglesa Prog. Na matéria, o músico fala do seu amor pelo rock progressivo e para onde a música do Opeth irá no futuro.

A edição 30 da Prog tem também matérias com Magma, The Reasoning, Touchstone, Flaming Lips e um texto especial escrito por Dweezil Zappa sobre o álbum Freak Out, um dos maiores clássicos de seu pai, Frank. A revista, como sempre, vem com um CD de brinde.

Você pode comprar e assinar a Prog neste link.



ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE