7 de dez de 2018

As novidades da Panini para 2019

sexta-feira, dezembro 07, 2018

Em painel realizado nesta sexta (07/12) na CCXP, a Panini anunciou os seus principais lançamentos para 2019. O grande destaque é o encadernado de Guerras Secretas, da dupla Jonathan Hickman e Esad Ribic, uma das melhores histórias da Marvel e que foi publicado no Brasil em 2016 em edições mensais.

Outras considerações: o formato em que Batman: Cavaleiro Branco está sendo publicado, com edições mensais com capa cartão e papel couchê, parece ter dado certo, já que duas novas séries serão lançadas seguindo esse modelo. São elas: O Retorno de Wolverine e O Relógio do Juízo Final (onde é explicado o envolvimento dos personagens de Watchmen no Universo DC). Falando na obra de Alan Moore, chama a atenção o encadernado compilando as histórias do Comediante e de Rorschach em Antes de Watchmen, o que imagino será lançado pelo seu envolvimento com a já citada O Relógio do Juízo Final.

Abaixo você confere a lista dos principais lançamentos da Panini em 2019, por editora e com os formatos já anunciados de cada título:

Marvel:
Capitã Marvel, de Kelly Sue DeConnick e David López (encadernado de capa dura)
Coleção Histórica Marvel: Quarteto Fantástico, de John Byrne (quatro encadernados de capa cartão)
Guerras Secretas, de Jonathan Hickman e Esad Ribic (encadernado de capa dura)
Inumanos, de Paul Jenkins e Jae Lee (encadernado de capa dura)
Justiceiro: Ano Um, de Dan Abnett, Andy Lanning e Dale Eaglesham (encadernado de capa dura)
O Imortal Hulk, de Al Ewing e Joe Bennett (encadernado de capa cartão)
O Retorno de Wolverine, de Charles Soule e David Marquez (minissérie em 6 edições)

DC Comics:
Batman: Amaldiçoado, de Brian Azzarello e Lee Bermejo (encadernado de capa dura)
Batwoman, de Greg Rucka e J.H. Williams III (encadernado de capa dura)
Lendas do Universo DC: Liga da Justiça, de J.M. DeMatteis e Keith Giffen (quatro encadernados de capa cartão)
Lendas do Universo DC: Os Novos Titãs, de George Pérez (oito encadernados de capa cartão)
O Relógio do Juízo Final, de Geoff Johns e Gary Frank (minissérie em 12 edições)

Vertigo:
Antes de Watchmen: Comediante e Rorschach, de Brian Azzarello, J.G. Jones e Lee Bermejo (encadernado de capa dura)
Escalpo, de Jason Aaron e R.M. Guéra (dois encadernados de capa dura)
Ex Machina, de Brian K. Vaughan e Tony Harris (dois encadernados de capa dura)
Marshall Law, de Pat Mills e Kevin O’Neill (encadernado de capa dura)
Patrulha do Destino, de Gerard Way e Nick Derington (encadernado de capa dura)
Sandman Universe, de Simon Spurrier e Bilquis Evely (encadernado de capa cartão)
Y: O Último Homem - Livro 5 , de Brian K. Vaughan e Pia Guerra (encadernado de capa dura)

MillarWorld:
A Ordem Mágica, de Mark Millar e Olivier Coipel (encadernado de capa dura)
Prodígio, de Mark Millar e Rafael Albuquerque (encadernado de capa dura)

Star Wars:
Star Wars: Poe Dameron, de Charles Soule e Phil Noto (encadernado de capa dura)

Avatar Press:
Crossed, de Garth Ennis e Jacen Burrows (quatro encadernados de capa dura)

As 10 melhores HQs de 2018 segundo o Vulture.com

sexta-feira, dezembro 07, 2018

O Vulture.com é um site que pertence ao grupo que edita a revista New York. A especialidade dos caras é a cultura pop, com diversas matérias sobre temas como séries de TV, filmes, música, literatura e outros.

Você pode ler aqui os comentários sobre as HQs preferidas do site lançadas este ano.

E abaixo você confere quais foram as 10 melhores histórias em quadrinhos de 2018 segundo o Vulture.com:

10 All the Answers, de Michael Kupperman (Simon & Schuster)
9 The Prince and the Dressmaker, de Jen Wang (First Second)
8 Upgrade Soul, de Ezra Claytan Daniels (Lion Forge)
7 The Pervert, de Remy Boydell e Michelle Perez (Image)
6 Young Frances, de Hartley Lin (AdHouse)
5 I Am Young, de M. Dean (Fantagraphics)
4 Passing for Human, de Liana Finck (Random House)
3 Drawn to Berlin, de Ali Fitzgerald (Fantagraphics)
2 Sabrina, de Nick Drnaso (Drawn & Quarterly)
1 Berlin, de Jason Lutes (Drawn & Quarterly)











Mauricio de Sousa anuncia as quatro próximas Graphic MSP

sexta-feira, dezembro 07, 2018

Em painel realizado nesta sexta (07/12) na CCXP, a Mauricio de Sousa anunciou os quatro novos volumes da Graphic MSP, iniciativa em que artistas e roteiristas da nova geração trazem as suas interpretações para os personagens da Turma da Mônica.

A primeira será Mônica 2, de Bianca Pinheiro (Eles Estão Por Aí, Alho Poró), que chegará em março e dá sequência ao universo apresentado em Mônica: Força, que foi publicado em agosto de 2016. 

Na sequência teremos Piteco por Eduardo Ferigato (Opala 76, O Cidadão Invisível), em junho. O personagem estrelou o quarto título da série em novembro de 2013, Piteco: Ingá, de Shiko, e agora ganhará uma nova releitura de Ferigato.

Depois será a vez de uma das personagens mais pedidas pelos leitores, Tina, pelas mãos de Fefê Torquato (Estranhos, Gata Garota). A Graphic MSP da Tina chegará às bancas e livrarias em setembro.

E o final do ano terá o segundo volume de Capitão Feio. A HQ traz a mesma dupla da primeira edição, que saiu em setembro de 2017: os gêmeos Magno e Marcelo Costa (A Herança Becker, A Vida de Jonas).

Além desses títulos, a CCXP também é a plataforma para o lançamento de Astronauta: Entropia, quarto volume do personagem e que tem roteiro e arte de Danilo Beyruth.

Com esses quatro anúncios, a série Graphic MSP chegará a 25 títulos em 2019. Caso você ainda não conheça as HQs dessa iniciativa, trata-se de uma das melhores ideias surgidas no mercado brasileiro de quadrinhos nos últimos anos e sua leitura é indicada para todas as idades.







Os 50 melhores discos de 2018 na opinião da Metal Hammer

sexta-feira, dezembro 07, 2018

A Metal Hammer é a principal revista sobre heavy metal do planeta. Em circulação desde 1983, a publicação inglesa é referência em jornalismo musical quando o assunto é música pesada, cobrindo as infinitas variações da pancadaria.

A lista de melhores do ano da revista está em sua edição de janeiro, que traz o Slayer na capa e uma longa matéria sobre os gigantes norte-americanos.

Estes foram os 50 melhores discos de 2018 na opinião da Metal Hammer:

50 Solstice - White Horse Hill
49 Palm Reader - Braille
48 Dimmu Borgir - Eonian
47 Craft - White Noise and Black Metal
46 Mantar - The Modern Art of Setting Ablaze
45 Cancer Bats - The Spark That Moves
44 Tribulation - Down Below
43 Vein - Errorzone
42 Rivers of Nihil - Where Owls Know My Name
41 Beartooth - Disease
40 Marmozets - Knowing What You Know How
39 Sleep - The Sciences
38 Anna Von Hausswolff - Dead Magic
37 Uncle Acid & The Deadbeats - Wasteland
36 Thou - Magus
35 Carpenter Brut - Leather Teeth
34 Immortal - Northern Chaos Gods
33 Mournful Congregation - The Incubus of Karma
32 Slugdge - Esoteric Malacology
31 Anaal Nathrakh - A New Kind of Terror
30 Orange Goblin - The Wolf Bites Back
29 Skeletonwitch - Devouring Radiant Light
28 Nine Inch Nails - Bad Witch
27 Pig Destroyer - Head Cage
26 The Body - I Have Fought Against It, But I Can’t Any Longer
25 Alice in Chains - Rainier Fog
24 Machine Head - Catharsis
23 Emma Ruth Rundle - On Dark Horses
22 At the Gates - To Drink From the Night Itself
21 Voivod - The Wake
20 Primordial - Exile Amongst the Ruins
19 Watain - Trident Wolf Eclipse
18 Satan - Cruel Magic
17 Architects - Holy Hell
16 YOB - Our Raw Heart
15 Rolo Tomasi - Time Will Die and Love Will Bury It
14 Conjurer - Mire
13 Black Peaks - All That Divides
12 Mol - Jord
11 Tesseract - Sonder
10 Deafheaven - Ordinary Corrupt Human Love
9 Ihsahn - Àmr
8 Parkway Drive - Reverence
7 Turnstile - Time & Space
6 A Perfect Circle - Eat the Elephant
5 Clutch - Book of Bad Decisions
4 Zeal & Ardor - Stranger Fruit
3 Judas Priest - Firepower
2 Behemoth - I Loved You at Your Darkest
1 Ghost - Prequelle

Os 25 melhores discos de hard rock e heavy metal de 2018 segundo o Consequence of Sound

sexta-feira, dezembro 07, 2018

O Consequence of Sound é um dos sites mais respeitados do jornalismo musical mundial. No ar desde 2007, tem a sua redação em Chicago e cobre a música de modo geral, abrangendo vários estilos.

Aqui está a sua lista com os melhores álbuns de hard rock e heavy metal lançados este ano.

Estes foram os melhores discos de hard rock e metal de 2018 de acordo com o Consequence of Sound:

25 Pig Destroyer - Head Cage
24 Portal - Ion
23 Clutch - Book of Bad Decisions
22 Mammoth Grinder - Cosmic Crypt
21 Ministry - AmeriKKKant
20 High on Fire - Electric Messiah
19 Cult Leader - A Patient Man
18 Windhand - Eternal Return
17 Monotheist - Scourge
16 Halestorm - Vicious
15 Tribulation - Down Below
14 Amigo the Devil - Everything is Fine
13 A Perfect Circle - Eat the Elephant
12 Khemmis - Desolation
11 Zeal and Ardor - Stranger Fruit
10 Ghost - Prequelle
9 Vein - Errorzone
8 Voivod - The Wake
7 Turnstile - Time & Space
6 Sleep - The Sciences
5 Judas Priest - Firepower
4 Daughters - You Won’t Get What You Want
3 Deafheaven - Ordinary Corrupt Human Love
2 Behemoth - I Loved You at Your Darkest
1 YOB - Our Raw Heart

6 de dez de 2018

As 25 melhores HQs de 2018 segundo a Paste Magazine

quinta-feira, dezembro 06, 2018

A Paste é uma revista norte-americana sobre cultura pop que está em circulação desde julho de 2002. Eles falam sobre os mais diversos assuntos, e quadrinhos é um deles.

A lista de melhores do ano da publicação pode ser lida aqui.

E abaixo estão as 25 melhores HQs de 2018 segundo a Paste Magazine:

25 Exit Stage Left: The Snagglepuss Chronicles, de Mark Russel e Mike Feehan (DC Comics)
24 Persephone, de Loic Locatelli-Kournwsky (BOOM! Studios)
23 Prism Stalker, de Sloane Leong (Image)
22 Eternal, de Ryan K. Lindsay e Eric Zawadzki (Black Mask Studios)
21 Glorious Wrestling Apocalypse, de Josh Hicks (Independente)
20 Brazen, de Penelope Bagieu (First Second)
19 The Strange, de Jérôme Ruillier (Drawn & Quarterly)
18 Monk!, de Youssef Daoudi (First Second)
17 Ice Cream Man, de W. Maxwell Prince e Martin Morazzo (Image)
16 Action Comics, de Brian Michael Bendis (DC Comics)
15 Manfried the Man, de Caitlin Major e Kelly Bastow (Quirk Books)
14 Runaways, de Rainbow Rowell, Kris Anka e David LaFuente (Marvel)
13 I Am a Hero, de Kengo Hanazawa (Dark Horse)
12 The Lie and How We Told It, de Tommi Parrish (Fantagraphics)
11 The Song of Aglaia, de Anne Simon (Fantagraphics)
10 Klaus and the Crying Snowman, de Grant Morrison e Dan Mora (BOOM! Studios)
9 Saga, de Brian K. Vaughan e Fiona Staples (Image)
8 The Dreaming, de Simon Spurrier e Bilquis Evely (Vertigo)
7 The Nib: Death, de Matt Bors (The Nib)
6 Girl Town, de Carolyn Nowak (IDW Publishing)
5 Why Art?, de Eleanor Davis (Fantagraphics)
4 Land of the Sons, de Gipi (Fantagraphics)
3 Grafity's Wall, de Ram V e Anand RK (Independente)
2 The Immortal Hulk, de Al Ewing e Joe Bennett (Marvel)
1 (Tie) Berlin, de Jason Lutes (Drawn & Quarterly)


























As 10 melhores HQs de 2018 segundo o WhatCulture

quinta-feira, dezembro 06, 2018

O WhatCulture é um site norte-americano que fala sobre cultura pop e está no ar desde 2006. Os caras cobrem assuntos como séries de TV, jogos, música, ciência, tecnologia, literatura e outros, além, é claro, quadrinhos.

A lista de melhores do ano do site pode ser lida aqui, com comentários em inglês sobre cada uma das escolhas.

Essas foram as 10 melhores HQs de 2018 de acordo com o WhatCulture:

10 Venom, de Donny Cates e Ryan Stegman (Marvel)
9 Eternity Girl, de Magdalene Visaggio e Sonny Liew (DC Comics)
8 Peter Parker: The Spectacular Spider-Man, de Chip Zdarsky (Marvel)
7 Crowded, de Christopher Sebela e Ro Stein (Image)
6 Rise of the Black Panther, de Ta-Nehisi Coates e Evan Narcisse (Marvel)
5 Justice League, de Scott Snyder, Jorge Jimenez e Jim Cheung (DC Comics)
4 Abbott, de Saladin Ahmed, Sami Kivela e Jason Wordie (BOOM! Studios)
3 Mister Miracle, de Tom King e Mitch Gerards (DC Comics)
2 X-Men Red, de Tom Taylor e Mahmud Asrar (Marvel)
1 Exit Stage Left: The Snagglepuss Chronicles, de Mark Russell e Mike Feehan (DC Comics)











ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE