R.I.P. Neil Peart (12/09/1952 – 07/01/2020)



Notícia muito triste para começar 2020. Neil Peart, baterista do Rush, faleceu na última terça-feira, dia 7 de janeiro, aos 67 anos. O motivo da morte foi um câncer no cérebro. A notícia foi confirmada pela Rolling Stone. 

Peart se aposentou em 2015, após a turnê daquele ano do Rush. Ele queria passar mais tempo com a família e curtir a filha pequena. Vale mencionar que Neil enfrentou uma enorme tragédia ao perder a sua filha e sua esposa em um curto espaço de tempo, o que o levou a rodar o mundo sem destino com a sua moto. Após isso, ele conheceu a sua nova esposa e reconstruiu a vida tendo uma nova filha, a pequena Olivia.

Neil Peart foi um dos maiores bateristas de todos os tempos. Um músico único e que influenciou gerações. Ele foi um dos caras que mudou a história da bateria. Seu nome e seu legado são eternos.

Descanse em paz, querido Neil.

Comentários

  1. Notícia muito triste. 2020 começando fora de compasso para amantes da boa música

    ResponderExcluir
  2. Neil Peart não era somente um virtuoso baterista, mas era a alma das composições das letras do Rush. Devido a sua bagagem cultural pelo mundo da literatura, quando entrou para o Rush, foi atribuído a ele que fizesse as composições da banda. Um GRANDE músico e letrista. Uma grande perda no mundo do Rock. (R.I.P.)

    ResponderExcluir
  3. Depois de Ginger Baker e Ian Paice. Peart era muito técnico, mas só isso não define um grande baterista. Esqueci de outro gigante: Cozy Powell. O que ele fez em Rising, do Rainbow, é para poucos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Você pode, e deve, manifestar a sua opinião nos comentários. O debate com os leitores, a troca de ideias entre quem escreve e lê, é que torna o nosso trabalho gratificante e recompensador. Porém, assim como respeitamos opiniões diferentes, é vital que você respeite os pensamentos diferentes dos seus.