21 de jan de 2011

Wilco e a guitarra que faz chorar!

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Por Ricardo Seelig

Na minha modesta opinião, "Impossible Germany", do Wilco, tem não só um dos mais belos e arrepiantes solos já gravados, mas também um dos mais bonitos arranjos para guitarra que o rock viu nascer. Simples assim, e sem mais.

Ouvir essa canção é deixar-se tocar por outro mundo, voar sem rumo e seguir em frente sem olhar para trás. É a vida, como ela é, tanto pelas coisas boas quanto pelas ruins.

Respira. Ouça. Perceba o que Jeff Tweedy pode fazer com você.

E depois, se sobreviver, me conte a experiência nos comentários.

Vou fazer questão de ouvir.


Um toca-discos de … cerâmica (e ouro)!

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Por Ricardo Seelig

Sim, é isso mesmo que você leu. Produzida pelo artista plástico francês Fabien Clerc e batizada como Back in the Good Old Days, a pick-up é fetiche puro!

Criada para uma instalação sobre objetos de luxo, a obra conta com dois pratos feitos de cerâmica, com direito a detalhes produzidos em ouro. Além disso, o equipamento funciona, e pode ser usado para tocar aqueles vinis que você tem em casa. Completando o pacote, o toca-discos vem em uma mesa vermelha.


Não, a peça não está à venda.

Tá aí a pick-up perfeita para tocar aqueles discos raríssimos que você tem em casa, isso sem falar nas caprichadas reedições em vinis de 180 gramas que fazem parte da sua coleção, certo?

Tim Maia: coleção de CDs chega às lojas dia 28/01!

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Por Ricardo Seelig

Grande, estupenda, magnífica e excelente notícia para quem gosta dos bons sons! Chega às lojas dia 28 de janeiro o primeiro volume da Coleção Tim Maia, lançada pela Abril Coleções.

Nos mesmos moldes da coleção dedicada a Chico Buarque, a série contará com 15 álbuns gravados por Tim ao longo de sua carreira, todos acondicionados no formato livro CD, com fotos e textos contextualizando cada disco e o momento histórico vivido pelo Brasil e pelo cantor naquele momento, somando mais de 600 páginas de informações.

A Coleção Tim Maia será vendida nas bancas de jornais e revistas, e terá como atrativo pra lá de especial a inclusão de todos os volumes da série Racional, gravados quando Tim se converteu à seita Racional Superior. O primeiro volume de Racional, lançado originalmente em 1975, ganhou uma edição em CD em 2006 pela Trama, enquanto Racional Vol 2, também de 1975, jamais foi lançado em CD e somente agora sairá no formato, dentro da coleção. Além disso, haverá também o lançamento de Racional Vol 3, disco nunca lançado oficialmente em qualquer formato e que reúne canções perdidas registradas durante a fase Racional de Tim. Racional Vol 3 será o último volume da série, e virá como bônus da coleção para quem tiver adquirido todos os quatorze discos anteriores.

O primeiro volume da Coleção Tim Maia chega às bancas de São Paulo e da região sul dia 28/01 e será o álbum Tim Maia (1970), primeiro trabalho da longa carreira de Tim, e que conta com clássicos como “Coroné Antônio Bento”, “Cristina”, “Primavera” e “Azul da Cor do Mar”. A exemplo da Coleção Chico Buarque, este primeiro CD terá preço promocional de R$ 7,90, enquanto os demais custarão R$ 14,90. Estará disponível também uma caixa exclusiva para guardar toda a coleção.

É muito bom ver a obra de um dos artistas mais inovadores e originais que o Brasil já teve ser relançada com todo o cuidado que ela merece, e, o que é melhor, a um preço justo. Não preciso nem dizer que, se você gosta de música, tem que ter!


Confira abaixo a lista com todos os quinze álbuns que fazem parte da coleção:

1.Tim Maia (1970)
2.Tim Maia (1971)
3.Tim Maia (1973)
4.Racional Vol 1 (1975)
5.Racional Vol 2 (1975)
6.Tim Maia Disco Club (1978)
7.Tim Maia (1978)
8.Nuvens (1982)
9.Dance Bem (1990)
10.Tim Maia Interpreta Clássicos da Bossa Nova (1990)
11.Tim Maia Ao Vivo (1992)
12.Só Você (1997)
13.What a Wonderful World (1997)
14.Tim Maia in Concert (2007)
15.Racional Vol 3 (2011)

Cake - Showroom of Compassion (2011)

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Por Adriano Mello Costa

Cotação: ***1/2

Os californianos do Cake não lançavam nada desde Pressure Chief, de 2004, descontando aí a coletânea de b-sides e covers que apareceu em 2007, mas que realmente não agregou lá muita coisa na discografia da banda. Desde que alcançaram sucesso com a fantástica versão de “I Will Survive” em 1996, o grupo comandado por John McCrea criou um estilo próprio de música, transitando entre o pop e o alternativo e sendo embalado em vestes meio malucas.

Showroom of Compassion surge agora no comecinho de 2011 para saldar a dívida desse tempo. Gravado e produzido em mais de dois anos pela banda na cidade de Sacramento, o sexto álbum chega pelo selo próprio do quinteto, o Upbeat Records. A exposição que temos no álbum não traz muita compaixão como o título sugere, e continua dentro do sarcasmo e cinismo habituais no trato do cotidiano, com direito até a crítica política na primeira faixa.

“Funeral Funding”, a citada primeira faixa, traz o Cake com um órgão aparecendo pungente lá no fundo, soando até meio soturna para os padrões da banda, enquanto John McRea destila “você vai receber o financiamento federal (...) leve os seus colegas para jantar fora, pague seu irmão para vir e cantar”. E já nessa canção dá para perceber que a sonoridade não mudou nada para Mcrea, Vincent DiFiore, Xan McCurdy, Gabriel Nelson e Paulo Baldi.

Depois de “Funeral Funding”, “Long Time” é mais a sua cara ainda, com o baixo tomando conta e o vocal quase falado. Na baladinha “Got to Move” o humor do quinteto mostra as garras em versos mordazes: “você sempre tem que se mover, você sempre está tentando provar que há algo novo em tudo que faz”, para emendar depois com “você está correndo só para provar que não é algo novo”. “What's Now is Now” tem clima meio disco e fala sobre recomeçar.

“Mustache Man (Wasted)” traz bom humor e uma latinidade bem peculiar na guitarra, enquanto “Teenage Pregnancy” e seu sugestivo título (“Gravidez na Adolescência”) chega instrumental ao piano e é a única que foge dos padrões Cake de qualidade. “Sick of You” (e sua introdução Keith Richards) que vem na sequência é um hit do mesmo porte de carros-chefe da carreira como “Never There”, “Going to Distance” e “Short Skirt/Long Jacket”.

O último bloco traz mais crítica (agora social) em “Easy to Crash”, faz trilha de road movie caipira em “Bound Away”, namora a tristeza em “The Winter” e se perde totalmente nas experimentações de “Italian Guy”.

No final, Showroom of Compassion agradará em cheio os fãs, mas também pode (ou deveria) levantar a pulga do mais do mesmo atrás da orelha. No entanto, como não dá para imaginar o Cake fazendo outro tipo de som, é melhor deixar como está.


Faixas:
1 Federal Funding
2 Long Time
3 Got to Move
4 What's Now Is Now
5 Mustache Man (Wasted)
6 Teenage Pregnancy
7 Sick of You
8 Easy to Crash
9 Bound Away
10 The Winter
11 Italian Guy

Lançamentos da semana - 22 a 28/01/2011!

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Por Ricardo Seelig

Cardápio farto essa semana! Chega às lojas nos próximos dias o novo álbum do Iron and Wine, Kiss Each Other Clean, um dos lançamentos mais comentados desse início de ano.

Tem também o retorno de Wanda Jackson com direito a duas capas diferentes, as aguardadíssimas 'deluxe editions' para três discos clássicos do Thin Lizzy - com direito a toneladas de faixas bônus -, novas edição da celebrada série Original Album Classics, coletâneas de todos os tipos, reedições de discos antigos, o novo da Adele, o retorno trinfal da Gang of Four - com direito a edição especial carregada de itens que irão fazer a alegria dos fãs -, a parceria de Vinícius Cantuária com Bill Frisell, o tradicional CD com as músicas indicadas ao Grammy, o maestro Quincy Jones quebrando tudo nos anos 1960 e o esperadíssmo DVD com o filme sobre a vida de Lemmy.

Ufa, tome fôlego e confira!


ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE