25 de mai de 2012

Documentário conta a incrível história de Charles Bradley



Um dos melhores discos de 2011 foi o incrível No Time for Dreaming, de Charles Bradley. Com um soul afiado e repleto de feeling e balanço, o cantor norte-americano conquistou a crítica e o público com o seu inegável talento.


A incrível e quase inacreditável história de vida de Bradley é contada no documentário Soul of America, dirigido por Poull Brien, que conheceu Charles quando foi chamado para dirigir o clipe da faixa “The World (Is Going Up In Flames)”, do debut do soulman. 


Apaixonado pela música, o vocalista tentou a sorte na indústria fonográfica inúmeras vezes ao longo da vida, mas nunca conseguiu emplacar nada. Vivendo quase na miséria e sobrevivendo de bicos como cozinheiro, Bradley finalmente realizou, aos 62 anos de idade, o sonho de gravar o seu primeiro disco, um dos melhores álbuns do ano passado. O documentário acompanha toda a transformação na vida de Bradley, de figura anônima das ruas à uma das vozes mais celebradas dos Estados Unidos.


Soul of America é um filme inspirador e pra lá de emocionante, uma declaração de amor pela música.

3 comentários:

Stefano Manzano disse...

Vi o show dele na Virada Cultural..ele canta um absurdo ao vivo.Melhor show da Virada desse ano

Luiz Diego disse...

Vi o show dele na Virada Cultural em São Paulo no começo do mês. Quando ele subiu no palco e soltou aquele vozerão, foi de arrepiar!!!

Luiz Diego disse...

Vi a apresentação dele na Virada Cultural de São Paulo, no começo do mês. Quando ele subiu no palco e soltou aquele vorezão, foi de arrepiar!!!

ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE