Por que 10.001 Destinos, dos Engenheiros, é um CD tão raro?

Existem alguns CDs de bandas brasileiras bastante raros, e 10.0001 Destinos é um deles. Lançado pelos Engenheiros do Hawaii em 2001, o álbum duplo alcança valores bastante expressivos em sites de vendas, variando entre R$ 130 e R$ 400. Mas por que esse CD é tão raro?

10.001 Destinos é uma espécie de continuação de 10.000 Destinos, CD duplo ao vivo lançado pelos Engenheiros em junho de 2000. O álbum é o terceiro registro ao vivo da banda gaúcha e foi gravado no antigo Palace, em São Paulo, que atualmente se chama Citibank Hall, durante a tour de Tchau Radar! (1999), nono trabalho do grupo liderado por Humberto Gessinger. Na época a banda contava com a sua terceira formação, com Gessinger substituindo a dupla Augusto Licks e Carlos Maltz pelo trio Luciano Granja (guitarra, que também gravou com Pitty e Armandinho), Lucio Dorfman (teclado, que depois também trabalharia com Armandinho) e Adal Fonseca (bateria, com passagens por Kid Abelha, Lobão, Gilberto Gil e inúmeras bandas). 

O álbum é excelente e registra um momento diferente da carreira e da sonoridade dos Engenheiros, com toda a carga clássica do trio GLM ficando para trás e evoluindo para uma sonoridade mais pesada e até mesmo mais energética, em contraste com o refinamento musical de Licks e a abordagem mais prog do período em que o grupo era um trio. 10.000 Destinos foi lançado em CD duplo e em uma edição com DVD bônus, sendo que o primeiro CD traz o show e o segundo vem com quatro gravações inéditas de estúdio: “Números”, “Novos Horizontes” e “Quando o Carnaval Chegar”, além de uma versão para “Rádio Pirata”, do RPM, com participação de Paulo Ricardo.



Porém, um ano depois, a banda lançou uma nova versão do ao vivo rebatizada como 10.001 Destinos. Essa nova edição veio com uma nova capa na cor roxa, enquanto o disco original tem a capa na cor laranja. E mais: o segundo CD trouxe sete novas gravações de estúdio ao lado das quatro já incluídas em 10.000 Destinos – o CD 1 é exatamente igual à versão laranja, com as mesmas faixas gravadas no mesmo show. Essas novas músicas serviram para apresentar a nova formação dos Engenheiros, que agora contava com Humberto de volta à guitarra após quatorze anos – Gessinger gravou a guitarra do disco de estreia da banda, Longe Demais das Capitais (1986), e logo depois passou para o baixo, deixando as seis cordas com Licks – ao lado de Paulinho Galvão (guitarra), Bernardo Fonseca (baixo) e Gáucio Ayala (bateria, que tocou com Bezerra da Silva, Ed Motta e Paulo Ricardo, entre outros). As sete canções regravadas com a nova formação fazem parte dos discos Ouça o que Eu Digo: Não Ouça Ninguém (1988, com “Nunca Se Sabe”), Simples de Coração (1995, com “A Perigo”), Tchau Radar! (1999, com “Eu Que Não Amo Você” e “Concreto e Asfalto”) e Humberto Gessinger Trio (1996, com “Sem Você (É Foda!)” e “Freud Flinstone”), além de “Novos Horizontes”, presente no próprio 10.000 Destinos.


O que faz de 10.001 Destinos um disco tão raro e disputado é que ele teve apenas uma tiragem limitada e nunca mais foi relançado pela banda. Quem tem não se desfaz e quem não tem corre atrás. É muito difícil encontrar essa edição por valores menores que R$ 100, e esse é um caso em que vale a pena ter o álbum se você é fã do grupo, porque além da capa e das faixas extras, também o encarte foi reformulado com uma nova arte.

Se você é fã do universo único e da obra genial de Humberto Gessinger, este item é obrigatório na sua coleção e certamente trará muita alegria para o seu coração.


Comentários

  1. Que legal! Tenho esse cd e adoro, mas não sabia que é tão especial!

    ResponderExcluir
  2. Na época comprei o segundo, por ser mais completo, e nunca tive o primeiro.

    ResponderExcluir
  3. Só falta esse pra fechar minha coleção, mas está difícil achar por um preço acessivel no mercado livre está entre 300 e 400 reais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Você pode, e deve, manifestar a sua opinião nos comentários. O debate com os leitores, a troca de ideias entre quem escreve e lê, é que torna o nosso trabalho gratificante e recompensador. Porém, assim como respeitamos opiniões diferentes, é vital que você respeite os pensamentos diferentes dos seus.