6 de fev de 2019

Quadrinhos: O Essencial da Calvin e Haroldo - Uma Coletânea Especial, de Bill Watterson


Criado pelo cartunista norte-americano Bill Watterson em 1985, Calvin e Haroldo é uma das mais populares tiras de jornal do século XX. As histórias trazem as aventuras de Calvin, um garoto que precisa lidar com o mundo e tem como companhia o seu tigre de pelúcia, Haroldo. 

Calvin é um garoto de 6 anos muito inteligente, dono de um vocabulário extenso e cheio de questões filosóficas sobre a vida. Já Haroldo é um tigre antropomórfico com ideias próprias e atitudes independentes e que, segundo o próprio autor, faz o papel da realidade na vida do pequeno menino.

O Essencial de Calvin e Haroldo é um lançamento da editora Conrad e que traz, como o título diz, uma coletânea com as melhores histórias da dupla. O material vem no formato 28x20,6 centímetros, 256 páginas e capa mole. As páginas entregam essencialmente as tirinhas publicadas em jornais de todo o planeta durante 1985 e 1995, ano em que a série chegou ao fim. As histórias são predominantemente em preto e branco, com exceção para algumas tramas coloridas de página inteira que funcionam como uma espécie de abertura temática para os capítulos. E ainda vem com uma história inédita de 12 páginas, que abre o livro. E como cereja do bolo temos um breve prefácio escrito por Charles M. Schulz, ninguém mais ninguém menos que o criador de Peanuts, de onde vieram os imortais Charlie Brown e Snoopy.


O que eu mais gostei nessa HQ é o fato de ela conversar com todas as idades. Essa sempre foi uma característica inerente à criação de Watterson, e que se manteve forte com o passar dos anos. Presenciei isso de maneira prática, já que meu filho Matias, que tem 10 anos e adora ler tanto livros quanto quadrinhos, viu a HQ, pegou e não largou mais. E isso é super importante, porque uma das funções de uma história em quadrinhos é formar leitores, característica que grandes editoras como Marvel e DC parecem ter esquecido (pelo menos, em relação ao que a Panini decide publicar por aqui, essa é a sensação).

A inteligência com que Watterson constrói raciocínios irônicos e sarcásticos em suas tirinhas é desconcertante, apresentando um humor atemporal que questiona aspectos práticos da vida, e não apenas de um garoto de 6 anos como Calvin. A obra de Bill fala com leitores de todas as idades, impactando-os de maneiras distintas mas sempre fazendo-os pensar. E tudo isso com humor. A presença, por exemplo, de Susie Derkins, a amiguinha pela qual Calvin é apaixonado, traz a discussão de igualdade de gênero para as histórias de uma maneira nada sutil e gratuita, e isso anos e anos antes do tema entrar na pauta diária das mais variadas camadas da sociedade.

Para quem é pai de uma criança, como é o meu caso, a identificação com os pais de Calvin acaba sendo inevitável. E a alegria é imensa ao ver o seu filho lendo e adorando algo que é comprovadamente brilhante, traz um conteúdo muito legal e reforça a paixão pelos quadrinhos em uma criança que está se tornando um pré-adolescente, como é o caso do Matias.

Pra fechar, uma ótima notícia. Eu não sei como andam os lançamentos da Conrad nos últimos anos, mas tenho quase certeza de que a editora diminuiu o ritmo e não colocou tantos títulos novos nas livrarias e bancas. O release que acompanha esse livro informa que a editora irá retomar a agenda habitual de lançamentos, o que é ótimo para quem ama quadrinhos. Basta lembrar que a melhor edição da aclamada Sandman já publicada aqui no Brasil é da Conrad, só para citar um exemplo.

Quem venham mais quadrinhos tão bons como esse!

Compre com desconto abaixo:

Nenhum comentário:

ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE