Ranking de Discos: Metallica


O Metallica é a banda de maior sucesso comercial da história do heavy metal. Formada em 1981 em Los Angeles, passou por poucas alterações de formação na carreira e sempre foi centrada nas figuras de seus dois líderes: o vocalista e guitarrista James Hetfield e o baterista Lars Ulrich. Unindo a melodia da NWOBHM à energia e peso de bandas como Motörhead e Venom, além de algumas influências punk, o Metallica criou um som extremamente impactante e que se tornou muito popular, transformando o grupo na lenda que é.

A discografia do Metallica é formada por 10 álbuns de estúdio, 8 discos ao vivo, 3 EPs, 43 singles, 1 trilha sonora, 1 álbum colaborativo, 3 boxes,  10 VHS/DVD/Blu-ray e 42 videoclipes. Para desbravar esse mar de sons perguntei para os seguidores da Collectors no Instagram, Facebook e Twitter quais seriam os melhores discos da banda. Não entraram na votação o duplo Garage Inc. (1998) por ser um disco de covers, Lulu (2011) por não ser um álbum da banda mais sim um trabalho em colaboração com o falecido Lou Reed, e os EPs Garage Days Re-Revisited (1987), Some Kind of Monster (2004) e Beyond Magnetic (2011) por não serem álbuns completos. Além disso, os discos ao vivo, como sempre, não fazem parte desse tipo de levantamento. Um fato curioso é que nesse mar de títulos a banda até hoje não lançou uma coletânea.


Ao todo foram mais de 1.500 votos, e o resultado do ranking de discos do Metallica foi esse:

1 Ride the Lightning (1984) – 17,8%
2 Master of Puppets (1986) – 17,7%
3 ... And Justice for All (1988) – 14%
4 Metallica (1991) – 13,3%
5 Kill ‘Em All (1983) – 13,2%
6 Load (1996) – 5,7%
7 Death Magnetic (2008) – 5,1%
8 Hardwired ... To Self-Destruct (2016) – 5%
9 Reload (1997) – 4,2%
10 St. Anger (2003) – 4%

O protagonismo dos cinco primeiros discos já era esperado, assim como a disputa voto a voto pelo primeiro lugar entre Ride the Lightning e Master of Puppets. Imaginei, no entanto, que o disco de 1986 seria o vencedor, mas ele acabou ficando com o segundo posto e Ride, cujas músicas são a base dos shows do Metallica até hoje, venceu a corrida. Outro enfrentamento feroz aconteceu entre o Black Album e o disco de estreia, com uma diferença mínimo entre um e outro. Load se mostrou o trabalho preferido do público após o período clássico, enquanto os dois últimos álbuns da banda também reafirmaram a sua associação com os fãs. E, como esperado, St. Anger ficou com a última posição, porém com um número bastante elevado de votos dada a sua reputação.

Abaixo você tem uma playlist com duas músicas de cada um dos discos do Metallica, e nos comentários está convidado a postar o seu ranking sobre a discografia da banda.

Comentários

  1. Disputa acirrada entre os dois melhores discos do heavy metal. Na minha lista, o Master levaria com estreita vantagem, apenas porque considero Orion melhor que The Call of Ktulu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que o Master vence pq é um album que a gente ouve do começo ao fim, já o Ride, pelo menos eu e acredito que muitas pessoas não faz a menor questão de ouvir Escape...

      Excluir
  2. Master é tecnicamente melhor. Mas o Ride é muito mais divertido. Black foi o primeiro que escutei aos 13 anos, durante muito tempo foi meu preferido. Hoje, com 40 e tantos, fico com o da cadeira elétrica.

    ResponderExcluir
  3. Ricardo, como assíduo telespectador/leitor do seu blog e tb YouTube/Facebook peço licença a minha gentil sugestão: Que tal se vc elaborasse um programa com bandas que tivessem em sua discografia 3/4 discos clássicos lançados na sequencia (claro que haveriam várias partes) :-)
    Curto demais todas as suas iniciativas e espero que prospere em todas elas, Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Meu ranking:
    1-Black Album
    2-Hardwired
    3-Load
    4-Reload
    5-Ride
    6-And justice
    7-Master
    8-Death magnetic
    9-St. Anger
    10-Kill

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Você pode, e deve, manifestar a sua opinião nos comentários. O debate com os leitores, a troca de ideias entre quem escreve e lê, é que torna o nosso trabalho gratificante e recompensador. Porém, assim como respeitamos opiniões diferentes, é vital que você respeite os pensamentos diferentes dos seus.