30 de jul de 2016

O rock gaúcho nas estradas do Rio Grande do Sul

sábado, julho 30, 2016

Saímos de férias. Pegamos a estrada. Canela, Gramado, Porto Alegre, Espumoso. E é claro que o trajeto pedia uma boa trilha sonora. Fazia tempo que não ouvia rock gaúcho, e aproveitei esses dias pra reativar a memória. 

Nessas horas, nada melhor que os clássicos. O primeiro show da minha vida foi do Garotos da Rua. Acho que tinha uns 14, 15 anos. E também acho que foi a única vez em que vi a banda ao vivo. Já o Engenheiros assisti umas dez vezes, mesmo número que devo ter visto bandas como TNT e Cascavelettes. Humberto Gessinger, o genial (e incompreendido por muitos) Roger Waters gaúcho. TNT e seus inúmeros clássicos, os Rolling Stones gaudérios. 

A pergunta sobre qual seria o maior clássico do rock do RS possui várias respostas. "Sob Um Céu de Blues", "Infinita Highway", "Cachorro Louco", "Amigo Punk".  A realidade é uma só: é muito bom ouvir novamente e conectar mais uma vez as memórias e as lembranças com canções cheias de significados, que imprimem sentido à vida como poucas coisas são capazes de fazer.

Foi ótimo entrar em férias. Foi divertidíssimo pegar a estrada ao lado da família e reencontrar o resto da família. Parafraseando Nei Lisboa, o Bob Dylan gaúcho: pra viajar no cosmos, não precisa gasolina!

ONLINE

PAGEVIEWS

PESQUISE